Sexta-feira, 30 de Julho de 2004

MEDO & ESPERANÇA são VISÃO

Rosto velho.jpg


Eis que vi afinal;//
Não morre o homem imortal /
Cai já a noite sombria /
Sobre o labor do meu dia //
Da morte aberto o portão /
Casula o verme no chão: /
Irmã, Mãe, Filha & Mulher //
Do ventre à cova és meu ser /
Teces dos sexos a lida /
Prantas na Teia da Vida. //

publicado por jmdslb às 00:36
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Domingo, 25 de Julho de 2004

UMA GUITARRA COM GENTE DENTRO - MOVIMENTO PERPÉTUO - CARLOS PAREDES

Carlos Paredes - Uma Guitarra Com Gente Dentro - front.jpg

Por lástima, mais uma perdida e em tão curto espaço de tempo.
Outro dos nossos melhores partiu.Tal como Sophia a sua guitarra
era poesia.Tocava a alma portuguesa e por ele,Portugal e especialmente
por Coimbra lhe dedico esta singela homenagem:Se morro...

SE MORRO...

SE MORRO sobrevive-me com tanta força pura
que despertes a fúria do pálido e do frio,
de Sul a Sul levanta teus olhos indeléveis
de sol a sol que soe tua boca de guitarra.

Não quero que vacilem teu riso nem teus passos,
não quero que pereça minha herança de alegria,
não chames a meu peito, estou ausente.
Vive em minha ausencia como numa casa.

É uma casa tão grande a ausência
que passarás nela através dos muros
e penderás os quadros no ar.

É uma casa tão transparente a ausência
que eu sem vida te verei viver
e se sofres, meu amor, morrerei outra vez.

PABLO NERUDA



publicado por jmdslb às 03:55
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sábado, 24 de Julho de 2004

OS HOMENS DO RENASCIMENTO

sampaio_santana.23.jpg
Os Homens do Renascimento


Este Governo é uma fonte permanente de riso. Rir, como se sabe, é o melhor remédio. E a estratégia de Santana Lopes é neste aspecto de extrema eficiência. Tem o mérito suplementar de não ter sido anunciada, mas sim posta em prática. Tendo em conta a situação delicada do país e a lentidão dos sinais de retoma, Santana Lopes achou que era boa ideia criar um facto divertido para cada dia. Oxalá tenha imaginação suficiente para aguentar a pedalada. O país necessita de se rir como de pão para a boca. É um brioche quotidiano.

Na televisão, verifica-se que o protocolo de Estado por vezes aguenta mal um programa deste tipo. Jorge Sampaio desenha um leve sorriso sobre o rosto - embora num registo melancólico que se pode entender. Já Mota Amaral não continha o riso, e era ver a felicidade desenhar-se-lhe na face. E assim assistimos à tomada de posse que só teve de triste as piadas muito laboriosas de Paulo Portas. O resto nem precisa de justificação. Poderemos queixarmo-nos de que há mais secretários de Estado do que Santana Lopes tinha prometido. Mas quem se queixa? Cada secretário de Estado a mais é mais um motivo de riso.

Muitos limitaram-se a mudar de posto: Carlos Martins passa da Saúde para o... (adivinhem) Turismo e deve ir para Faro, que é evidentemente um local mais saudável. Henrique de Freitas deixa a Defesa e os Ex-Combatentes para ir para a Cooperação. Mas o caso mais extraordinário é sem dúvida o de Teresa Caeiro. Foi governadora civil de Lisboa, depois esteve na Segurança Social, era anunciada para a Defesa mas acabou na Cultura, em particular nas Artes e Espectáculos. Nada do que é humano lhe é estranho, portanto. Ao que parece, não foram os militares que a rejeitaram da Defesa (estavam mesmo ansiosos, porque andam a rir-se pouco,), mas as forças vivas da Cultura que não suportaram a ideia de passar sem Teresa Caeiro.

Logo de manhã, as bandas de todo esse país fora anunciaram que jamais voltariam a tocar sem Teresa Caeiro na Cultura. Foi depois a vez dos editores: não mais, não mais Feira do Livro em Lisboa, sem termos Teresa Caeiro à frente. Veio depois a gente da dança: inconsoláveis, pediram a Vera Mantero que escrevesse um manifesto, coisa que ela fez de imediato, ainda em estado de choque com a ideia de que a Cultura ficasse sem Teresa Caeiro. Redigiu-o com o apoio do filósofo José Gil e dando a ler o texto a João Fiadeiro.

Os músicos vieram a seguir: como sinal de protesto com a eventualidade anunciada, dispunham-se a não voltar a tocar Bach, Beethoven ou Brahms se Teresa Caeiro não viesse para a Cultura. Foi depois a vez dos escritores: nem mais um verso, proclamou Manuel Alegre, sem Teresa Caeiro na Cultura. Perante este clamor nacional, o primeiro-ministro curvou-se à voz do povo e retirou Teresa Caeiro da Defesa (com os militares em choro convulsivo, agarrados às miniaturas dos submarinos que vão ter).

Mas não tem importância: este Governo é feito de gente que pode abraçar qualquer pasta, homens e mulheres do Renascimento que dominam as artes, as letras, as ciências e as técnicas.


Eduardo Prado Coelho, in Público , 23/07/04

publicado por jmdslb às 04:38
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 19 de Julho de 2004

DEMASIADO DO MEU PASSADO - III

3.jpg


Estás a torturar as minhas memórias,
pisas um caminho,um passado primaveril;
sabes que estou perdido em marés tempestuosas
mas ainda estou de pé em frente do mastro
sob as estrelas debaixo de vela em direcção
a zonas de horizonte por acreditar...
Por detrás da dança dos sete véus
aguerrido e sossegado ainda te vejo...


Fala-me disso,faz como queiras...


Não tentes dizer-me que nada mudou
não tentes dizer-me que nada há de novo,
há demasiado do meu passado
que em ti está perdido e albergado.

The end

publicado por jmdslb às 23:52
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sábado, 17 de Julho de 2004

DEMASIADO DO MEU PASSADO - II

Foto2.jpg

Depois da interrupção devido à actualidade desportiva e política
aqui vai o prometido:(Continuação do texto:Demasido do Meu Passado-I)Intermezzo.


Fechei o meu coração ferido,deixei de pensar em ti
ergui os meus joelhos,apanhei todos
os meus altos pedaços como peixes na palma da mão,
mas pensar que te possa ver outra vez,talvez
de arma nos dedos,pensar que possas
alguma coisa ganhar,faz-me
estremecer a alma velha.
Mesmo na altura em que penso que te cubro,
não me venhas mostrar que não é verdade.

Oh,fala-me disso,faz como queiras:
vejo e oiço isso tudo que chega,
eu sei aquilo que vais dizer.Tiveste
demasiado do meu passado e não quero
falhar outra vez.(continua)



publicado por jmdslb às 01:36
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Quinta-feira, 15 de Julho de 2004

O HOMEM EM ECLIPSE

Peixaria_Portugal.jpg


O homem em eclipse

Ora foi que certo dia
o homem eclipsou-se
a data digam a data
a datazinha faz favor
qual data foi por decreto
que a gente se eclipsou
foi só manobra espertice
um dois três e pronto é noite
que nem a lua apareça
seja de que lado for
Uns seguraram-se logo
eram espertos bem se viu
outros cairam ao mar
com cabeça pernas e tudo
quanto a mim perdi a calma
fiquei desaparafusado
tradição cultura estilo
certeza amigos fatiota
tudo fora do seu sítio
um desaparafuso terrível


Segurem-me camaradas
sinto pernas a boiar
cheiro fantasmas enxofre
estou aqui mas posso voar
o parafuso da língua
vai partido vai saltar
agarrem-me! agarra!
pronto
pari o mais leve que o ar


Mário Cesariny, nobilíssima visão, Colecção Poesia e Verdade, Guimarães & C.ª Editores, 1976


publicado por jmdslb às 02:47
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Terça-feira, 13 de Julho de 2004

MOMENTS DECIDES - A FRASE

banner3.jpg

A democracia que então vimos pareceu-nos a democracia
exemplar. Mas desgraçadamente,dia após dia,a democracia
tem estado a ser desvirtuada pelo abuso e pela avidez de
poder das falsas vanguardas neo-liberais.A democracia tem
estado constantemente a ser liderada pelo maximalismo
capitalista e de falsos intelectuais de Lisboa,pelo facciosismo
dos in-conscientes e dos loucos alienados por este santanismo
e pelas estratégias dos oportunistas e boys do PPD/PSD pronto-
a-vestir...


publicado por jmdslb às 02:09
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Julho de 2004

O PODER

politica09.jpg


QUEM ESCOLHEU ESTE
PRIMEIRO MINISTRO?

publicado por jmdslb às 03:13
link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito
|
Domingo, 11 de Julho de 2004

O CHOQUE - MARIA DE LURDES PINTASSILGO

getimage100.jpg

Mais uma grande senhora que nos deixou.
Depois do triste discurso do Sampaio eis
a noticia com arauto de mau agoiro da morte
de uma lutadora de grandes causas,uma senhora
que lutou pela justiça social,pela igualdade,pela
fraternidade,pelos direitos humanos,pelas mulheres
por tudo aquilo que acreditava afincadamente.Uma
mulher inteligente e tremendamente CULTA. Sophia
se fosse ainda viva assim a homenageava como ela
assim o fez na altura da sua morte:
Como disse Maria de Lourdes Pintasilgo: "somos todos poucos para dar um pouquinho daquilo que podemos imaginar que será necessário"

Com fúria e raiva acuso o demagogo/ Que se promove à sombra da palavra/ E da palavra faz poder e jogo/ E transforma as palavras em moeda/ Como se fez com o trigo e com a terra
E os poemas serão o seu próprio ar/ Canto do ser inteiro e reunido/ Tudo será tão próximo do mar/ Como o primeiro dia conhecido
Apenas sei que caminho como quem/ É olhado amado e conhecido/ E por isso em cada gesto ponho/ Solenidade e risco
Sophia de Mello Breyner








publicado por jmdslb às 01:40
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Sábado, 10 de Julho de 2004

O PAÍS NA MERDA

veneza.jpg

Depois de uma deserção,agora uma cobardia
vejam como ficou o país!Um esgoto de merda.
Obrigado Presidente pelo presente!...
Fica na triste história e que marca o fim de uma
carreira política.Já tem netos?

publicado por jmdslb às 00:33
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Vita Nuova

. ...

. Saudade ll

. ANGEL

. SIRENIA

. OT3P

. STEVE VAI

. The Raconteurs

. Dimebag Darrel

. Zakk Wilde's tribute to D...

.arquivos

. Outubro 2011

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

.links

.Player Guitar

EscudoAca.jpg

philosop.gif

Zakk Wylde Zakk Wylde: National Anthem

Add to My Profile | More Videos
logo_che.gif

.KLIK EM CADA VIDEO-THERÍON

.FILOSOFIA E LITERATURA

.Contador



.MYSPACE - BANDAS

.subscrever feeds