Terça-feira, 14 de Dezembro de 2004

ENGRENAGENS II

CAS8MFF5.png



Olhamos para os grandes ditadores e achamo-los menos que mortais,
os seus nomes são pó ante a nobre marcha da nossa jovem lei nova.
Agitam-se os ânimos, continuamos a precipitar-nos para o portal tenebroso,
ninguém pode assombrar a nossa fantasmática cripta final.
E, enquanto os mais velhos franzem as sobrancelhas,
sabem que é demasiado tarde para nos fazer parar
porque, se o céu está semeado de morte,
de que serve respirar? EXPIRA!
Que objectivo nos resta senão querer escrever
à procura de algo de que não estamos muito certos?

publicado por jmdslb às 23:44
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Anónimo a 15 de Dezembro de 2004 às 21:35
É claro que continuamos a precipitarmo-nos...! O nosso nascimento foi precipitado; o nosso crescimento é, foi e será cada vez mais precipitado. Em suma, toda a Humanidade é precipitação caótica a caminho da destruição. Está nas nossas mãos, geração presente e futura inverter tamanho processo? Remediar aquilo que nasceu moribundo? Os mais velhos já perderam as forças que tinham... e os mais novos começam a perder a esperança...
Um beijinho muito grande para ti :*alexandra
(http://fra-gil.blogspot.com)
(mailto:alexandrantunes20@hotmail.com)


De Anónimo a 15 de Dezembro de 2004 às 15:27
A escrita, em circunstâncias muito especiais, pode ser/é, um objectivo fundamental. A escrita que reflecte sobre situações/problemas particulares, é deveras pertinente e nunca em excesso. Nestes contextos a escrita é vida e possibilitadora da libertação dos indivíduos: dos que escrevem e dos que lêem. A escrita permite-nos tb, não sermos ditadores de nós ou sermos, em função do conteúdo e dos propósitos. A escrita derruba/pode derrubar ditaduras e aniquilar ditadores. A escrita faz frente à Censura perfurando-a mesmo que por si seja passado o traço. A escrita deve ser sempre.
A Morte, em muitos casos, é não escrever.

João: como já te disse em e-mail enviado, gosto muito da tua Poesia. O seu carácter de intervenção é uma característica fundamental para captar todo o meu interesse e para nela me reter. Continua este teu excelente trabalho.

Beijo grande aqui da capital :)******Sandra
(http://www.void.weblog.com.pt)
(mailto:almeida649@hotmail.com)


De Anónimo a 15 de Dezembro de 2004 às 12:55
...pelo menos da morte ... estamos certos. Beijinho grandeSónia
(http://www.lbutterfly.blogs.sapo.pt)
(mailto:soniapires@iol.pt)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Vita Nuova

. ...

. Saudade ll

. ANGEL

. SIRENIA

. OT3P

. STEVE VAI

. The Raconteurs

. Dimebag Darrel

. Zakk Wilde's tribute to D...

.arquivos

. Outubro 2011

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

.links

.Player Guitar

.subscrever feeds