Sexta-feira, 24 de Setembro de 2004

TOURADA É TORTURA

Digitalizar0002.jpg






E TRADIÇÃO É TRAIÇÃO


Cultura é tudo aquilo que contribui para tornar a humanidade mais sensível, mais inteligente e civilizada. A violência, o sangue, a crueldade, tudo o que humilha e desrespeita a vida jamais poderá ser considerado "arte" ou "cultura". A violência é a negação da inteligência.
Uma sociedade justa não pode admitir actos eticamente reprováveis (mesmo que se sustem na tradição), cujas vítimas directas são milhares de animais.
É degradante ver que nas praças de touros torturam-se bois e cavalos para proporcionar aberrantes prazeres a um animal que se diz racional.
Portugal não se pode permitir continuar a prática do crime económico que é desperdiçar milhares de hectares de terra para manter as manadas de gado, dito bravo. A verdade é que são precisos dois hectares de terreno, o equivalente a dois campos de futebol, para criar em estado bravio cada boi destinado às touradas. Ora isto é tanto mais criminoso quando Portugal é obrigado a importar metade da alimentação que consome. Decerto os milhares de hectares desperdiçados a tentar manter bois em estado bravio, produziriam muito mais útil riqueza se aproveitados em produção agrícola, frutícola, etc.
Uma minoria quer manter as touradas e as praças de touros, bárbara e sangrenta reminiscência das arenas da decadência do Império Romano. De facto nas arenas de hoje o crime é o mesmo: tortura, sangue, sofrimento e morte de seres vivos para divertimento das gentes das bancadas. Como pode continuar tamanha barbaridade como esta, das touradas, no século XXI?
Só pode permanecer como tradição o que engrandece a humanidade e não os costumes aberrantes que a degradam e a embrutecem.

Não seja responsável pela tortura.
Não assista a touradas.

LIGA PORTUGUESA DOS DIREITOS DO ANIMAL

publicado por jmdslb às 01:47
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De Anónimo a 27 de Setembro de 2004 às 20:40
Sou natural do coração do Ribatejo, fui educado para gostar de toiros e touradas por tradição, mas ao longo dos anos fui vendo a tortura que se faz a um animal que não pediu para estar numa arena a lidar com pessoas cheias de frustrações e que na sua maioria apenas tentam exibir uma postura de todo incorrecta, ainda bem que me regenerei.pimentina
</a>
(mailto:pimentinha@clix.pt)


De Anónimo a 24 de Setembro de 2004 às 21:40
Lamento muito de estar em desacordo com estes e outros “amigos” dos animais, mas na verdade, eu gosto muito de bife. A questão é de saber como se abatem os animais que fazem parte da nossa alimentação, no Matadouro ou na Praça??? O destino do animal é o mesmo, o consumo. O que pode ser discutível, é o espectáculo público... e eu desse, não gosto nem assisto e quando aparece na televisão, mudo de canal. Mas que gosto de bife... ai isso gosto, de preferência mal passado e só com sal grosso.Pantanero
(http://pantanero.blogs.sapo.pt/)
(mailto:zh1951@sapo.pt)


De Anónimo a 24 de Setembro de 2004 às 21:23
Assino o teu texto, na íntegra.
Bom fim de semana.
Abraço. :-)nadaespecial
(http://amoergosum.blogs.sapo.pt)
(mailto:amoergosum@sapo.pt)


De Anónimo a 24 de Setembro de 2004 às 20:21
n vejo touradas, nunca gostei...alface
(http://delisboaaoporto.blogs.sapo.pt)
(mailto:lita_kida@hotmail.com)


De Anónimo a 24 de Setembro de 2004 às 17:05
Para mim tourada é uma barbaridade...
Beijokas*****Monica
(http://wwwmypapermoon.blogspot.com)
(mailto:mnh@sapo.pt)


De Anónimo a 24 de Setembro de 2004 às 04:33
Tourada é tortura, concordo, assim como também é cultura, sim. Pois cultura não é só o que contribui para um mundo mais sensível e melhor; é a marca de um povo, e a crueldade, infelizmente, é inerente ao ser humano. Parabéns pelo texto.Dapirueba
(http:// crentesdosinfernos.zip.net)
(mailto:no@hotmail.com)


Comentar post