Sábado, 24 de Julho de 2004

OS HOMENS DO RENASCIMENTO

sampaio_santana.23.jpg
Os Homens do Renascimento


Este Governo é uma fonte permanente de riso. Rir, como se sabe, é o melhor remédio. E a estratégia de Santana Lopes é neste aspecto de extrema eficiência. Tem o mérito suplementar de não ter sido anunciada, mas sim posta em prática. Tendo em conta a situação delicada do país e a lentidão dos sinais de retoma, Santana Lopes achou que era boa ideia criar um facto divertido para cada dia. Oxalá tenha imaginação suficiente para aguentar a pedalada. O país necessita de se rir como de pão para a boca. É um brioche quotidiano.

Na televisão, verifica-se que o protocolo de Estado por vezes aguenta mal um programa deste tipo. Jorge Sampaio desenha um leve sorriso sobre o rosto - embora num registo melancólico que se pode entender. Já Mota Amaral não continha o riso, e era ver a felicidade desenhar-se-lhe na face. E assim assistimos à tomada de posse que só teve de triste as piadas muito laboriosas de Paulo Portas. O resto nem precisa de justificação. Poderemos queixarmo-nos de que há mais secretários de Estado do que Santana Lopes tinha prometido. Mas quem se queixa? Cada secretário de Estado a mais é mais um motivo de riso.

Muitos limitaram-se a mudar de posto: Carlos Martins passa da Saúde para o... (adivinhem) Turismo e deve ir para Faro, que é evidentemente um local mais saudável. Henrique de Freitas deixa a Defesa e os Ex-Combatentes para ir para a Cooperação. Mas o caso mais extraordinário é sem dúvida o de Teresa Caeiro. Foi governadora civil de Lisboa, depois esteve na Segurança Social, era anunciada para a Defesa mas acabou na Cultura, em particular nas Artes e Espectáculos. Nada do que é humano lhe é estranho, portanto. Ao que parece, não foram os militares que a rejeitaram da Defesa (estavam mesmo ansiosos, porque andam a rir-se pouco,), mas as forças vivas da Cultura que não suportaram a ideia de passar sem Teresa Caeiro.

Logo de manhã, as bandas de todo esse país fora anunciaram que jamais voltariam a tocar sem Teresa Caeiro na Cultura. Foi depois a vez dos editores: não mais, não mais Feira do Livro em Lisboa, sem termos Teresa Caeiro à frente. Veio depois a gente da dança: inconsoláveis, pediram a Vera Mantero que escrevesse um manifesto, coisa que ela fez de imediato, ainda em estado de choque com a ideia de que a Cultura ficasse sem Teresa Caeiro. Redigiu-o com o apoio do filósofo José Gil e dando a ler o texto a João Fiadeiro.

Os músicos vieram a seguir: como sinal de protesto com a eventualidade anunciada, dispunham-se a não voltar a tocar Bach, Beethoven ou Brahms se Teresa Caeiro não viesse para a Cultura. Foi depois a vez dos escritores: nem mais um verso, proclamou Manuel Alegre, sem Teresa Caeiro na Cultura. Perante este clamor nacional, o primeiro-ministro curvou-se à voz do povo e retirou Teresa Caeiro da Defesa (com os militares em choro convulsivo, agarrados às miniaturas dos submarinos que vão ter).

Mas não tem importância: este Governo é feito de gente que pode abraçar qualquer pasta, homens e mulheres do Renascimento que dominam as artes, as letras, as ciências e as técnicas.


Eduardo Prado Coelho, in Público , 23/07/04

publicado por jmdslb às 04:38
link do post | favorito
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Vita Nuova

. ...

. Saudade ll

. ANGEL

. SIRENIA

. OT3P

. STEVE VAI

. The Raconteurs

. Dimebag Darrel

. Zakk Wilde's tribute to D...

.arquivos

. Outubro 2011

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

.links

.Player Guitar

EscudoAca.jpg

philosop.gif

Zakk Wylde Zakk Wylde: National Anthem

Add to My Profile | More Videos
logo_che.gif

.KLIK EM CADA VIDEO-THERÍON

.FILOSOFIA E LITERATURA

.Contador



.MYSPACE - BANDAS

.subscrever feeds