Terça-feira, 1 de Junho de 2004

UMA FILOSOFIA DE BRICOLAGE DA RESPIRAÇÃO OU A LÓGICA DA SALVAÇÃO - I

entrance2.jpg

Respirar! Hábito. O que é um hábito? Uma certa técnica para eco-nomizar energia.
Nasce do princípio de habituação: não ter de tudo re-fazer em cada nova manhã,gerar reflexos para absorver o in-cindental, o particular.Uma vida sem regras seria um pesadelo,mas ao tornar-se uma segunda natureza poupa-nos a esforços repetidos.
Agarramo-nos desesperadamente ao ar que respiramos como um hábito radical.
Veneno fatal em que também podemos inalar. É ela que nos permite dominar uma arte ou um ofício que de outra forma nos seriam penosos. Agarramo-nos aos nossos hábitos porque eles imprimem o seu ritmo à nossa existência, da qual constituem a coluna
vertebral.Não são um mero ronrom de gato, atestam também a nossa fidelidade para connosco mesmos. Renegá-los é renegar-se a si próprio. A alquimia da respiração como hábito radical,não consiste em simplesmente quebrar a rotina mas em jogar com várias para não ficar dependente de nenhuma. E não são necessários todos os nossos velhos hábitos para um novo eu ser inventado. A isto chama-se um renascimento. Existe mesmo uma volúpia da repetição, cuja artimanha última consiste em se apagar,a passar despercebida quando reina totalmente.Nela o tempo desaparece à força de re-tornar ao seu igual. (continua)


publicado por jmdslb às 02:54
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Anónimo a 2 de Junho de 2004 às 19:16
tal como respirar, inúmeras coisas tomamos como normais e rotineiras, que para outros seria um pesadelo... ou um sonho, abraço:)phobos
(http://filipeonline.blogs.sapo.pt)
(mailto:music_in_mars@hotmail.com)


De Anónimo a 2 de Junho de 2004 às 12:11
Eu atrevo-me a dizer-te que "respirar ainda é mais importante do que voar. Voaremos se respirarmos"
Abraços.LetrasAoAcaso
(http://LetrasAoacaso.weblog.com.pt)
(mailto:manintherisingsun@hotmail.com)


De Anónimo a 2 de Junho de 2004 às 11:54
O respirar é o exemplo de que há hábitos dos quais não podemos fugir. São eles que fazem de nós o que somos. Mesmo que eu mude, reviva, renasça, esse renascimento será completo se eu levar comigo pequenos hábitos; sem eles, nem seria eu mesma. Aguardo pelo restante texto. :) BjinhosAnjo do Sol
(http://mywords.blogs.sapo.pt)
(mailto:anjodosol@sapo.pt)


De Anónimo a 2 de Junho de 2004 às 00:57
OKI Zé! Respirar é como voar...Um abraço amigo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Joao
</a>
(mailto:JMDslbjoao@sapo.pt)


De Anónimo a 2 de Junho de 2004 às 00:55
Os mesmos votos para ti adesse!Fica bem.Beijos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Joao
</a>
(mailto:JMDslbjoao@sapo.pt)


De Anónimo a 1 de Junho de 2004 às 22:13
Das tuas deambulações sobre o hábito: interessante. Mas confesso que tal como a Adesse, terei de reler, para me pronunciar. Promete.
Abraços.

P.S. Porra, fazes-me pensar!!LetrasAoAcaso
(http://LetrasAoacaso.weblog.com.pt)
(mailto:manintherisingsun@hotmail.com)


De Anónimo a 1 de Junho de 2004 às 14:22
tenho que voltar para reler o texto. Agora deixo um abraço e votos de dia ;-)adesse
(http://sulanorte.blogs.sapo.pt)
(mailto:skuld_m@hotmail.com)


Comentar post