Quinta-feira, 25 de Março de 2004

FINAL DO TRÍPTICO SOBRE O AMOR

ottobre.jpg
Código >as pessoas deviam ser menos cínicas quanto ao amor. Mensagem = "_Não seja cínico comigo. Estava próximo de um código de guerra que nos permitia conversar o tempo que quiséssemos sem corrermos o risco humilhante de os desejos, quer dum quer doutro, não serem correspondidos. Se os senhores da guerra irrompessem pela sala, os outros podiam facilmente alegar que estavam apenas a transmitir passagens das obras de Shaskespeare, evitando os textos de maior emotividade [Desejo-te ], - pois nada, no que ela e eu efectivamente dizíamos, nos implicava directamente. Se os sinais de sedução são de tal modo in-significantes que podem mesmo ser negados [um simples toque na mão ou troca de olhares que demore mais uma fracção de segundo do que o habitual], quem é que pode dizer que é de sedução que se está a falar ? Não à melhor maneira do que essa de aliviar os riscos tremendos que o caminho empreendido por duas bocas na direcção uma da outra sempre implica,riscos que podem reduzir-se a um perigo central, o de que uma confesse o seu desejo e o veja rejeitado. Temos de partir do princípio de que há certas lições a retirar do amor, quando não, passaríamos o resto da vida a repetir os mesmos erros, como as moscas que endoidecem às marradas nas vidraças das janelas, incapazes de perceber que, embora o vidro seja transparente, não se pode atravessá-lo. Não haverá também determinadas verdades básicas a apreender, fragmentos de sabedoria que podem evitar alguns entusiasmos excessivos, alguma dor, algumas amargas desilusões ?

publicado por jmdslb às 01:05
link do post | comentar | favorito
20 comentários:
De Anónimo a 26 de Março de 2004 às 01:29
Susana! Se tu tivesses o quê? Compreendo o dilema que muitas vezes se situa essa alienação metafísica que é o amor.Por isso comecei o texto com um código seguido de uma mensagem.Jinhos!!!!!!!!!!!!!! Joao
</a>
(mailto:JMDslbjoao@sapo.pt)


De Anónimo a 26 de Março de 2004 às 01:25
Re.Para misogena!E conclues bastante bem!volta.AbraçoJoao
</a>
(mailto:JMDslbjoao@sapo.pt)


De Anónimo a 26 de Março de 2004 às 00:06
:) ainda acredito k mais vale levar uma "nega" por ter tentado, do k ficar o resto da vida a pensar k poderia ter dado certo, se eu tivesse.... ;) BjoSusana
(http://demimparati.blogs.sapo.pt/)
(mailto:miau_suzy@hotmail.com)


De Anónimo a 25 de Março de 2004 às 23:52
bem visto!és pertinente,mas é isso mesmo,para que não aconteça o melhor é não acontecer.Abração!Joao
</a>
(mailto:JMDslbjoao@sapo.pt)


De Anónimo a 25 de Março de 2004 às 23:51
Ops! Acho que concluí logo no primeiro comentário...mas já agora, Carpe Diem... Fica bem!:))***misogena
(http://www.inocencia.blogs.sapo.pt)
(mailto:misogena@sapo.pt)


De Anónimo a 25 de Março de 2004 às 23:50
lindo adesse.Um Camões platónico a falar de semi-ideias de alma ,corpo, forma,matéria,tasse bem,gostei dessa,teve conteúdo.volta sempre!Jinhos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Joao
</a>
(mailto:JMDslbjoao@sapo.pt)


De Anónimo a 25 de Março de 2004 às 23:47
Sem mais sonni,viva o presente já que o amor é assim tão transcendental à que kurtir ao máximo a sua plenitude,tem sentido o que dizes!!Jinhos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Joao
</a>
(mailto:JMDslbjoao@sapo.pt)


De Anónimo a 25 de Março de 2004 às 23:45
não é para concordar terminal!Cada um tem a sua opinião!Força,gostei de te ler,Tchau,um abraço!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Joao
</a>
(mailto:JMDslbjoao@sapo.pt)


De Anónimo a 25 de Março de 2004 às 22:15
ApitBull,podes crer, e o que é a verdade?Mas é tão bom repetir o amor!e de facto tiram-se algumas lições!Tchau!Beijos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Joao
</a>
(mailto:JMDslbjoao@sapo.pt)


De Anónimo a 25 de Março de 2004 às 22:00
eu acredito que ambas podem acontecer :) lá está a "malvada" língua portuguesa a fazer das suas (^_~). Qual a verdade que se pode saber sobre o amor? R: Saber que ele de facto existe. Que lições tirar do amor? R: Que independentemente das desilusões que se possam ter, só o facto de o sentir vale a pena repetir. :)ApitBull
(http://apitbull.blogs.sapo.pt)
(mailto:ApitBullapitbull@hotmail.com)


Comentar post