Terça-feira, 23 de Março de 2004

ENSAIO SOBRE O AMOR I

marzo.jpg
Em nenhuma área a ânsia por um destino é tão forte como na nossa vida amorosa. Sendo nós, tantas vezes, obrigados a partilhar a mesma cama com quem não compreende a nossa alma, não será perdoável o facto de acreditarmos [contrariando todas as regras da nossa época iluminada] que havemos de encontrar, um dia, o homem ou a mulher dos nossos sonhos ? Não poderá ser-nos intrínseco a permissão de um certo grau de supersticiosa fé numa criatura que trará a solução dos nossos in-findáveis anseios ? E, embora as nossas preces possam nunca ser respondidas, embora talvez não haja fim para o funesto ciclo da incompreensão mútua, se porventura os céus decidirem ter piedade de nós, será realmente legítimo pedir que atribuamos o encontro com esse príncipe ou princesa ao mero acaso ? Não teremos direito a, por uma vez, voltar as costas à censura racional e considerar tal acontecimento parte inevitável do nosso destino romântico ?

publicado por jmdslb às 01:07
link do post | comentar | favorito
24 comentários:
De Anónimo a 25 de Março de 2004 às 23:57
Eu ainda guardo essa expectativa mas..... ;)Um bjoSusana
(http://demimparati.blogs.sapo.pt/)
(mailto:miau_suzy@hotmail.com)


De Anónimo a 23 de Março de 2004 às 23:34
RE:Para Encandescente!Respeito a tua opinão,mas que o amor é contemplativo lá isso é.Agora o desejo é outra coisa,a amor físico,carnal,o amor en-carnado como uma segunda pele suscita outros anseios.Quem não gosta do amor meta e físico,com coração,estomago,fígado ou com tudo?Volta sempre.Beijos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Joao
</a>
(mailto:JMDslbjoao@sapo.pt)


De Anónimo a 23 de Março de 2004 às 23:07
Não acredito muito no amor metafisico, mais no amor meta e fisico. O amor abstração é bom para sonhar, agora o amor que seja meta e fisico vive-se. A proposito gostei do tema e dos comentários.
Como costumo dizer não amo só com a cabeça ou o "coração" mas com estomago, figado, tudo!! encandescente
(http://eroticidades.blogs.sapo.pt/)
(mailto:encandescente@sapo.pt)


De Anónimo a 23 de Março de 2004 às 21:54
Para adesse!Na mouche,absolutamente amor metafísico,aqui bem enfatizado por Caeiro.Jinhos!!!!!Joao
</a>
(mailto:JMDslbjoao@sapo.pt)


De Anónimo a 23 de Março de 2004 às 21:51
Querida inocencia,a intenção é mesmo essa,tens toda a razão,até porque não queria entrar pelo plano meramente filosófico,uma vez que o amor é um conceito metafísico.Abraço!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Joao
</a>
(mailto:JMDslbjoao@sapo.pt)


De Anónimo a 23 de Março de 2004 às 21:48
RE:AcasoDeLetras!Podes crer, o amor é como a verdade.Sempre na sua incessante busca.Valeu,um abração!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1Joao
</a>
(mailto:JMDslbjoao@sapo.pt)


De Anónimo a 23 de Março de 2004 às 21:39
"Amar é a eterna inocência, / E a única inocência é não pensar...". Alberto Caeiroadesse
(http://sulanorte.blogs.sapo.pt)
(mailto:skuld_m@hotmail.com)


De Anónimo a 23 de Março de 2004 às 21:14
João. A esta não resisto:))) Lá vai uma "trancada" das duras... amigo, esse Amor de que falas e que descreves é uma filhadaputice, desculpa o termo, é uma porcaria de exercício narcísico: projectamos no outro que desejamos e erguemos logo ali um ícone que, desgraçadamente, vai ter que se comportar e reagir de acordo com as nossas expectativas, caso contrário, sofremos muito, arrepelamos os cabelos, carpimos,somos imensamente feridos e traídos e o raio que parta!:)) Os blogs estão cheios deste eterno carpir: gente a olhar para o espelho e a descobrir que a imagem despareceu... desejamos que o amado/a seja feito à nossa imagem e que surja para mudar a nossa vida... a dele/a??? Isso interessa? Que se lixe, o que importa somos nós! Bolas.... se isto é Amor... vou ali e venho já, ou melhor, vou ali comprara tabaco e nunca mais volto... Mas lá que espicaças a malta, isso.. pois!;))*** Inté!misogena
(http://www.inocencia.blogs.sapo.pt)
(mailto:misogena@sapo.pt)


De Anónimo a 23 de Março de 2004 às 21:04
O amor é o eterno tema.
Será que sobreviveriamos sem ele?
A descoberta, a nossa descoberta de respostas obviamente pessoais,é no fundo o nosso Graal.

Um abraço, meu amigo. AcasoDeLetras
(http://LetrasAoAcaso.blogs.sapo.pt)
(mailto:manintherisingsun@hotmail.com)


De Anónimo a 23 de Março de 2004 às 21:00
Doce paulinha,tem calma,para o amor tb é preciso serenidade,vai-se compor-se e tasse bem!Jinhos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Joao
</a>
(mailto:JMDslbjoao@sapo.pt)


Comentar post